Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006

Marques Mendes no bolso de Sócrates

Não compreendo a insistência de Marques Mendes no estabelecimento de "pactos de regime" (só a expressão diz tudo sobre o nosso sistema democrático...), primeiro para a Justiça e, não contente com o que foi um claro trunfo dado de graça a Sócrates, agora também para a Segurança Social. Até agora, sempre pensei que Mendes era um bom político, apenas sem as condições para fazer uma oposição decente - o seu partido está ele próprio minado pela oposição interna. Agora começo a duvidar.
Se o acordo entre Sócrates e Mendes para a reforma da Justiça fosse um jogo de cartas, o vencedor seria claramente Sócrates, e Mendes um claro perdedor. O primeiro ministro vence simplesmente porque o adversário faz knock out a si próprio, pois não atinge nada que não tivesse já antes. Minimização de críticas ao seu projecto para a Justiça? O PSD não faz oposição, nem boa nem má. Não existem por isso críticas a anular por via deste pacto. Consensos necessários? O PS não precisa disso. Tem uma maioria mais que absoluta e, pelo ritmo da coisa, daqui a 3 anos terá outra.
Onde Sócrates ganha é precisamente na perda de Mendes, que em vez de se concentrar em áreas onde possa apresentar alternativas concretas prefere um pacto que anula uma possível área de oposição séria. Seguir-se-á porventura a Segurança Social, outra área ainda mais importante. E Marques Mendes fica assim sem qualquer área onde possa marcar diferenças face ao Governo. Daqui a 3 anos, ninguém conseguirá encontrar diferenças entre ambos. E, entre duas alternativas iguais, todos sabemos que os portugueses escolhem a que já está instalada.
Sócrates continua com este pacto a construção da sua auto-estrada sem qualquer trânsito nem obstáculo que o possa refrear (e sem limite de velocidade) rumo à segunda maioria absoluta. Espanta-me Marques Mendes não perceber isto, e ver apenas o curto prazo em que apresentará à oposição interna este fugaz trunfo, não vendo que apenas conquistou uma vitória de Pirro. A conclusão é só uma: Sócrates, goste-se ou não, é bom político (o que eu já sabia); Mendes não.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , ,
um discurso de Abraracourcix às 11:35
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: