Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

Esquerda e direita em Portugal

Retirado de um artigo de opinião, da autoria de Rui Ramos, do Público de hoje, muito interessante para compreender as idiossincrasias da esquerda e da direita portuguesas, sobretudo desta última:

(...) "Na década de 1950, a propósito da IV República Francesa, Roger Nimier notou que num regime supostamente de esquerda "a direita predomina sempre, mas representada pelos seus elementos mais medíocres". A nossa democracia desde 1976 teve, em geral, o mesmo efeito, e pelas mesmas razões. A falta de debate e confronto político, devido à suposta hegemonia de esquerda e à retracção ideológica da direita, produziu um regime de habilidades, onde preponderam os "medíocres", não necessariamente no sentido dos menos capazes, mas daqueles que se conformam com as meias-tintas, com a indefinição, com os subterfúgios, que depois o usufruto do Estado justifica. As direitas, tal como aconteceu em França, foram até há pouco tempo as mais capazes a jogar esse jogo.
As esquerdas, se tivessem inteligência, já teriam percebido que lhes convinha que houvesse, claramente, uma "direita". Mas precisamente por isso as direitas farão tudo para não "existir". Costuma dizer-se que entre as mentiras que o diabo contou à humanidade, a maior seria esta: que o diabo não existe. Em Portugal, as direitas fizeram como o diabo. E não se têm dado nada mal."
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 14:06
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
4 comentários:
De Sofia Loureiro dos Santos a 21 de Setembro de 2006 às 22:53
Mas agora estão bem à vista, na 2ª convenção do "compromisso Portugal". E ainda há quem diga que não há diferença entre a esquerda e a direita!
De Abraracourcix a 22 de Setembro de 2006 às 10:24
Descontando os exageros de quem se considera o demo ;) estou de acordo com o Pedro armadilhador de ursos: o Compromisso Portugal é uma reunião de uma data de gestores frustrados a tentar influenciar a governação com medidas (??) pseudo-liberais. No fundo, estão a tentar aparecer nos media a ver se no próximo governo alguém se lembra deles para um tacho qualquer...
Seja como for, o que quis explanar com o post é que a direita (como é o caso) tem todo o interesse em afirmar que esquerda e direita são conceitos obsoletos e sem sentido. A esquerda (toda a esquerda) tem interesse em afirmar o contrário...
De Sofia Loureiro dos Santos a 22 de Setembro de 2006 às 16:28
Concordo com a última frase. Mas para isso é necessário que a esquerda não subestime os "gestores frustrados a tentar influenciar a governação com medidas (??) pseudoliberais ", que faça propaganda das sua ideologia e que a confronte com a de direita. Que faça sentir quais são exactamente as diferenças, porque as há.
De Abraracourcix a 22 de Setembro de 2006 às 16:49
Visto a esta luz, compreendo melhor o teu post. E acho que tens razão quanto à necessidade de confrontar o que dizem os "gestores frustrados blablabla" com ideias verdadeiras e de esquerda. Mas continuo a pensar que o arrazoado do Compromisso Portugal é não-ideologia pura.

comentar - começar zaragata



Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: