Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Viva a OPA da Sonae, viva o capitalismo desenfreado!

Como se previa já há muito tempo a Autoridade da Concorrência (AdC) não foi imune às vontades de quem a nomeou, o Governo, e aprovou a OPA da Sonae sobre a Portugal Telecom (PT). Paulo Azevedo bem protesta que os chamados "remédios" prescritos pelo dr. Abel Mateus são demasiado pesados para a patologia a erradicar, mas não evita a impressão de apenas fazer semblante de estar contrariado.
Devo dizer que sempre fiz figas para a que a OPA tivesse sucesso, porque a PT é provavelmente a empresa portuguesa que mais detesto, e de certeza das mais mal geridas. Sempre foi um elefante numa loja de porcelanas que demora uma eternidade a fazer seja o que for, seja decisões de gestão, reagir face à concorrência ou simplesmente responder ou resolver problemas aos clientes...
A Sonae, pelo contrário (e já sei que vou ser impiedosamente espancado pelo Pedro Silva, que discordará em absoluto do que estou a dizer), é uma das empresas portuguesas que mais enfoque coloca na satisfação do cliente como forma de sucesso nos seus negócios, para além de ter uma gestão bastante eficiente.
É claro que como pessoa atenta e que pensa, não deixei de me preocupar com os problemas levantados pela OPA em matéria de concorrência. Aplaudo a OPA e faço votos para que seja bem sucedida, sim, mas não às custas de qualquer perda de concorrência nos mercados em que a Sonae e a PT actuam.
Na rede fixa, o que sempre foi dito pela Sonae (alienação ou da rede de cobre - telefones fixos - ou de cabo - TV Cabo, internet) desde logo assegurou que esse nível de concorrência não só seria mantido mas seria reforçado, e aqui nunca tive qualquer reticência.
No que toca aos telemóveis, parece-me no entanto incrível, absurdo até, que não se veja qualquer problema de concorrência numa operação que faz o número de operadores passar de três para dois e em que um dos dois a fundir já é, no quadro a três, o operador dominante  - pior o será, obviamente, no quadro a dois. E os "remédios" preconizados - a abertura a operadores virtuais de telecomunicações e a um putativo futuro novo terceiro operador  - são apenas areia para os olhos dos desinformados (quase todos infelizmente)...
Resumindo, eu era - e sou - a favor de uma OPA em que uma das redes fixas seja alienada e em que não fosse permitida a fusão Optimus/TMN, e se fosse líder da AdC era o que decidiria. Claro que isto inviabilizaria a própria operação, dado Paulo Azevedo sempre ter dito que era condição sine qua non do registo definitivo da OPA... mas isso não é matéria que devesse preocupar uma AdC verdadeira e genuinamente independente.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 14:25
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
6 comentários:
De Pedro silva a 28 de Setembro de 2006 às 16:37
Olha, não concordo com quase nada.
1- o facto de a PT ser mal gerida nada tem a ver com autorizações de Opas ou não. É mal gerida?
Mandem fora a gestão e substituam-na por outra competente. Vão buscar brasileiros como os que estão na Tap, por exemplo.
2- a sonae é muito boa, embora já tivesse sido melhor.
Mas ... em telecomunicações ... é uma empresa pior ,muito pior que a PT. Mais mal gerida, que não investe nada do que deveria investir, demagógica no seu relacionamento com a comunicação social acerca da PT.
Quanto ao enfoque com a satisfação dos seus clientes já foi melhor . Nomeadamente nos hipermercados por exemplo. Está começar a decair.
3- quanto ao resto a concorrência vai decrescer completamente e isso vai-se reflectr nos preços e nos serviços. A sonae vai ficar com o cabo e deitar ao lixo o cobre.No cabo ficará sozinha com um monopólio "natural" ali. a única experiência de cabo que existiu foi ao ar (ONO) porque não teve arcaboiço para disputar com todo um conjunto de empresas do grupo PT que secaram a ONO. A sonae que tem experiência disso fará a mesma coisa.
Quanto aos telemoveis então é o fisco total. passa-se de 3 para dois. Isto restringe a concorrência efectivamente. Porque é que o sr carrapatoso está calado? Porque sabe que automaticamente as empresas que restarem (vodafone + sonae/pt) irão acomodar-se uma a outra e tácitamente combinarem o preço de mercado pelo mais alto possível.
Num processo semelhante ao das gasolinas ,por exemplo.
Portanto não aplaudo a Opa.
Coisas que distorcem a concorrência para dar mais lucro e quota d mercado a duopolios não apoio.
De Abraracourcix a 28 de Setembro de 2006 às 17:03
Já sabia que não ias concordar. Estou é surpreendido com o carácter "pacífico" da tua crítica... estava à espera de ser intelectualmente escavacado ;)
1. O facto de a PT ser mal gerida não tem, efectivamente, a ver com a OPA. Mas tem a ver com o eu sentir-me contente com a OPA por estraçalhar a PT - que é, assumo-o, o meu ódio de estimação. Tinha que te contar as minhas peripécias com a TV Cabo e a Netcabo... bem piores que as tuas experiências com a Clix.
2. Em telecomunicações, considero que é simplesmente impossível (repito para maior ênfase: im-pos-sí-vel) haver pior que a PT, e mais mal gerido que a PT. E tenho dito.
3. Aqui, como disse no post, concordo contigo. Como disse, eu não concordo com a OPA tal como ela foi autorizada. Eu disse que concordo com a OPA em abstracto, concordaria noutros moldes, que inviabilizassem o duopólio de facto que vai emergir nos telemóveis (não são as operadoras virtuais que vão mudar a situação). E claro que o sr. Carrapatoso está calado, é um dos beneficiários da OPA. Um "free rider", pegando na expressão que outro dia usaste.
De manoel santos a 28 de Setembro de 2006 às 19:57
Gosto dos trocos no teu blog, e também dos teus discursos. E se colaboramos entre a Galiza e Portugal? Vai por o meu web : http ://www.altermundo.org

Saudaçoes desde a aldeia galega
De Abraracourcix a 29 de Setembro de 2006 às 09:59
Obrigado, saudações também para a amizade Galiza-Portugal, e para a tua galega aldeia :)
De Hopes a 30 de Setembro de 2006 às 16:09
António, nesta questão tenho que concordar com o Pedro. Não gosto da PT e muito menos da qualidade dos serviços que presta, mas os serviços da Sonae não me parecem melhores. Se a gestão é má. mude-se a gestão... A OPA vai eliminar a concorrência, não existindo concorrência qual é o estimulo para oferecer serviços de maior qualidade e para baixar os preços? Quem saí prejudicado é o consumidor.... como saiu com o aumento dos preços da gasolina. E tudo isto com a conivência de um governo "dito de esquerda"...
De Abraracourcix a 2 de Outubro de 2006 às 11:04
Sócrates está obcecado em relançar a economia, e o seu apoio entusiástico a esta OPA tem a ver com julgar que ela vai dar mais dinamismo à economia portuguesa - nem que para isso seja preciso ultrapassar algumas pechas concorrenciais...
Quanto às críticas, já estavam previstas ;) mas as nossas posições não são assim tão divergentes. Hopes, como disse em resposta ao Pedro, eu assumo que é o meu ódio de estimação em relação à PT que me faz veementemente aplaudir a queda do seu "império".
Também disse que não concordo com a OPA tal como ela foi aprovada, essencialmente pela concentração que vai impor nas telecomunicações (e na rede de cabo, se a Sonae ficar com essa, o que apesar de me parecer lógico, pelos sinais que vi não é líquido que vá acontecer).

comentar - começar zaragata



Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: