Terça-feira, 10 de Outubro de 2006

Discurso de despedida do chefe

Este é o último dia na gaulesa aldeia. Descansem os amigos irredutíveis gauleses, o céu não me vai cair em cima da cabeça! Vou apenas de férias... durante uma semana ainda em Portugal, mas farei apenas uma gestão muito deficiente do blog; depois, duas semanas noutras paragens, e sem qualquer gestão do Altermundo.
Para isto não ficar parado, e para que o punhado de irredutíveis gauleses não comece a arrancar cabelos, aceitei o pedido de um amigo meu e vou divulgar aqui algo do que ele tem escrito.
Assim, será o meu amigo Tomás Marinho - aqui no mundo deste canto irredutível da blogosfera conhecido como Zebigbos (para quem se lembrar, era o chefe da aldeia bretã do primo do Astérix, Jolitorax, em "Astérix e os Bretões", álbum que pela sua pertinência parafraseio abundantemente no blog), que ficará até ao meu regresso encarregue da gestão do Altermundo.
O que ele vai aqui colocar serão, em partes de tamanho "digerível" num blog, capítulos de um livro que está a escrever, chamado "Todas as Estrelas do Céu". Pelo que já me deu a ler, é interessante, e dará um tom algo diferente ao Altermundo... mais... distinto e culto :) De qualquer forma, sintam-se à vontade para comentar, ou mesmo armarem-se em críticos literários!
Até ao meu regresso então... e que o céu não vos caia em cima da cabeça, por Toutatis!
:
Abraracourcix o chefe falou sobre:
um discurso de Abraracourcix às 14:50
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
5 comentários:
De Pedro silva a 10 de Outubro de 2006 às 13:38
"Farei uma gestão muito deficiente do blog".
Mais ainda?
tss.tss , boas férias....
De Abraracourcix a 10 de Outubro de 2006 às 14:06
Que queres dizer? Sei que estou longe de ser um "expert" de blogs, mas sou assim tão maçarico?
De Pedro silva a 10 de Outubro de 2006 às 14:51
Caro senhor gaulês: então o sr. não reconhece uma provocação grosseira e torpe quando a lê?
Um grunhido resfolegante e protestante?
tsss. tsss que falta de sentido de humor...
De Abraracourcix a 10 de Outubro de 2006 às 15:15
Caro senhor galo-romano: a vil influência de Morfeu que sobre mim caiu durante todo o dia de hoje impediu-me de reconhecer uma clara mas fraca manifestação de "humor grosseiro e torpe" e tolheu-me o sentido do mesmo... Mais acrescento que desde ontem estou em modo "pré-férias", o que me tem levado a de facto negligenciar o blog - daí reconhecer alguma justeza à vilipendiária acusação que o caro senhor me faz. Direi mesmo mais, se o caro senhor insistir em resfolegar protestantemente nas vizinhanças desta aldeia, corre o risco de ser confundido com um delicioso javali.
Em jeito de gaulês post-scriptum, espero no entanto que o caro senhor continue a passar por esta modesta gaulesa aldeia nos dias vindouros, dado que o chefe que tomei emprestado para tomar conta dos peixes aqui do Altermundo irá deixar uns posts que talvez iluminem o espírito de quem ler, num registo assaz diferente do que é o meu quotidiano. Parafraseando os Monty Python: "and now for something completely different". A realidade segue dentro de momentos, que no meu caso serão 3 semanas.
De Macambuzia Jubilosa a 10 de Outubro de 2006 às 17:15
Boas férias...

E não te preocupes que eu guardo a aldeia e espanto os loucos dos romanos com uns lindos acordes na minha harpa....

Have fun...

comentar - começar zaragata



Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: