Terça-feira, 10 de Outubro de 2006

Todas as estrelas do céu

Na ausência do meu amigo chefe Abraracourcix, fico encarregue do Altermundo, com autorização para divulgar algo que tenho vindo a escrever, um livro chamado "Todas as Estrelas do Céu". Vou aqui deixar pequenos capítulos diários, em jeito de folhetim venezuelano. Hoje, fica já o início, para abrir o apetite, e espero que fiquem a ansiar pelas "cenas dos próximos capítulos"...

Zooropa

Chamsu

Os passos ecoavam pela nave onde entrava, solitário… A partir daquele momento estava só, nada do que existisse fora do compartimento onde mergulhara contava… Sentou-se aos comandos e ultimou os preparativos para a descolagem, os derradeiros vestígios de ansiedade percorrendo-lhe as entranhas… Dentro de poucos minutos, tudo aquilo desapareceria, a nave, o impulso gravítico puxando-o para trás, o céu azul à sua frente escurecendo à medida que se libertava do jugo da atmosfera terrestre, as estrelas surgindo aos poucos à sua frente, essa realidade passaria a ser, dentro de momentos, todo o seu mundo…
Base chama major Tomé. Base chama major Tomé. Contagem decrescente preste a ser iniciada. Põe o capacete. Não te esqueças de tomar os comprimidos para o enjoo.
(dez…)
Com gestos estudados, Tomé obedeceu às ordens do seu comandante. Tinha chegado o momento. A partir dali, o mundo tal como o conhecera, o planeta Terra e a sua vida nele, desapareciam. Começava a sua segunda vida, a missão que para sempre o passaria a acompanhar, uma vida para e pelas estrelas…
(nove… oito… sete… seis…)
Base chama major Tomé. Contagem decrescente iniciada, motores em fase de arranque.
Tomé estava preparado, acompanhando mentalmente a contagem decrescente daqueles derradeiros e tão lentos segundos…
 (cinco… quatro… três… dois…)
Ignição. Que Deus te acompanhe.
(um… descolagem)

Base chama major Tomé. Mereceste o teu posto. Finda toda a turbulência, ouvia aquelas palavras de felicitação enquanto desapertava os cintos de segurança e tirava o capacete, todos os músculos do seu corpo relaxando agora que terminara a fase mais delicada da viagem.
Os jornalistas querem saber que camisas vestes. Agora é altura de abrires a porta. Tens de inspeccionar o exterior da nave para te certificares de que não há danos a registar. Vais dar o teu primeiro passeio no espaço… se te atreveres…
Tomé levantou-se, vestiu o fato espacial e, como tantas vezes ensaiado, dirigiu-se lentamente para a porta exterior.
Major Tomé para Base. Sabia exactamente o que tinha de fazer, mas nada o podia ter preparado para o que sentia… Estou a passar a porta… Estou a flutuar no espaço, o peso é uma coisa estranha… E as estrelas parecem tão diferentes…
Era um sentimento maravilhoso, que nenhumas palavras poderiam descrever apropriadamente… o seu planeta natal flutuando ao longe, a enorme velocidade da nave colocando-o já suficientemente longe para poder esticar o braço e fazê-lo caber na palma da sua mão…
Tomé terminou rapidamente a sua inspecção e voltou para a nave, virando-se para trás uma última vez antes de fechar a porta, pensamentos soltos vagueando na sua mente…
“Aqui estou, dentro de uma lata, flutuando acima do mundo… O Planeta Terra é azul e não há nada que eu possa fazer…”
Uma ideia resoluta tomou-o então de assalto. De repente, sabia perfeitamente o que tinha de fazer. Fechou a porta, dirigiu-se ao rádio e falou para a Base.
Major Tomé para Base. Apesar da velocidade estonteante sinto-me estranhamente imóvel… Acho que a minha nave sabe para onde ir… Digam à minha mulher que a amo muito…
Base chama major Tomé, deixámos de ouvir, o que se passa? Consegues-me ouvir, major Tomé? Consegues-me ouvir? Consegues…
“Aqui estou, viajando na minha lata… muito acima da Lua… o Planeta Terra é azul, não há nada que eu possa fazer…”
Abraracourcix o chefe falou sobre:
um discurso de Abraracourcix às 17:00
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: