Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

Capella (2)

(cont.)
O rio estava particularmente plácido naquela noite. Flutuando suavemente junto à margem, o barco parecia serenamente velar pela intimidade dos seus sete ocupantes, guardando-os contra qualquer imperceptível ameaça exterior que, vinda do céu profundamente negro, sobre eles poderia tombar.
A grande divisão central daquele zeloso lar flutuante estava parcamente iluminada, como que sublinhando a intimidade enclausurada dos sete companheiros de odisseia. Os livros tinham sido por ora esquecidos, pousados desordenadamente junto a uma das paredes. Ramón, recostado no sofá, segurava a mão de Penélope, que com a outra acariciava os seios de Lisa que, seminua, languidamente se abandonava ao carinho da amiga. A seus pés, Tamara e Romeo abraçavam-se, beijando-se suavemente, refeitos de um intenso prazer. No outro sofá, do outro lado da pequena mesa que os separava, André e Vince trocavam secretas volúpias, secretas apenas porque, embora aparentemente juntos pelo espaço físico, pela proximidade, na realidade os três grupos de amantes permaneciam de algum modo imbuídos na sua própria privacidade, separados não pelo mundo físico mas pela sua intimidade, por uma proximidade do sentidos que não poderia nunca ser partilhada.
Ramón, Lisa e Penélope beijavam-se agora os três, abraçados, trocando carícias. De olhos fechados, Lisa sentia uma mão que era de Penélope mas que no momento seguinte poderia ser de Ramón, tocando-lhe levemente os seios, percorrendo a sua pele em direcção à única zona do seu corpo que permanecia por enquanto ainda oculta sob a roupa… Fechava os olhos e sentia o lento vogar do barco, imaginava que este os transportava pelo rio fora, rumo ao mar aberto, distanciava-se no horizonte em direcção à lua cheia e lenta, muito lentamente desaparecia, levantando voo rumo às estrelas dos seus sonhos… e naquele momento, enquanto os amigos com as mãos a estimulavam e com o resto do corpo se amavam, aquela sala, eles os três, Tamara e Romeo, Vince e André, aquele compartimento, não balançavam entre as duas margens da cidade, antes pousava suavemente no destino do sonho, todos saíam da sala e, parados à porta, olhavam o sol do futuro que com o seu brilho os saudava, e eles saudavam o sol, começavam a caminhar na sua direcção, e cantavam
Abraracourcix o chefe falou sobre:
um discurso de Abraracourcix às 07:07
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Abraracourcix e a sua ald...

O fim do petróleo - cenár...

Não às detenções secretas

Razões antropológicas par...

Altermundo reaberto

Vive la France

Bem vindos ao Turquemenis...

Break my arms...

Editors

O PCP e o Tibete: a minha...

O PCP e o Tibete: respost...

Mais um pouco de luz para...

Luz ao fundo do túnel par...

Mail por mim enviado ao P...

Eleitoralismo precoce

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: