Sexta-feira, 15 de Setembro de 2006

Se morre alguém cai o Carmo e a Trindade...

No Público de hoje:

"Portugueses transferidos para zona mais instável

"110 dos 153 militares que chegaram em de Agosto a Cabul trocaram a capital afegã pelo sul do país A missão atribuída a 110 militares do Batalhão de Infantaria Pára-Quedista destacado no Afeganistão, de garantir a segurança do perímetro do aeroporto de Kandahar, no Sul do país, "não tem mais perigosidade do que outras já realizadas pelas forças portuguesas" no estrangeiro, garantiu ao PÚBLICO o comandante Sassetti Carmona, porta-voz do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA)."O teatro é todo o mesmo, mas Kandahar fica no Sul e no Sul tem havido mais intensidade nos combates, os taliban estão mais concentrados ali. A missão em si não constitui nenhuma novidade no contexto das atribuições dos militares portugueses. O anterior contingente também fez operações no Sul e participou nalgumas tão perigosas do que esta", admitiu. (...)
Isto nada tem que ver com a operação Medusa", assegurou Sassetti Carmona, depois de frisar que os portugueses se integram numa "força de reserva, não de combate" (...)
O porta-voz do EMGFA explicou ainda que a ISAF, a força da NATO no Afeganistão no âmbito da qual se integram os portugueses, tem como objectivo a estabilização das zonas afectadas pelas operações de combate a cargo principalmente dos Estados Unidos. Actualmente, a ISAF tem em curso a "Fase 3", visando assegurar um controlo mais efectivo da zona sul."

O título da notícia tem implícita a ideia de que a transferência de militares portugueses para uma zona potencialmente mais perigosa não é desejável - no limite, de que "se era para isto se calhar devíamos ter pensado duas vezes antes de enviar os tropas". O resto da notícia depois preocupa-se exclusivamente em contrariar esta ideia e por paninhos quentes: afinal não é bem assim, as tropas portuguesas estão numa missão que não é de combate, vão apenas fazer a segurança do aeroporto de Kandahar, etc.
Com esta dicotomia se revelam duas coisas. Em primeiro lugar, a forma de vender jornais em Portugal, através de manchetes alarmistas e enganadoras, com notícias que depois não têm nada a ver e vão em sentido contrário.
Depois, a mentalidade portuguesa quanto à participação em missões internacionais. Para nós, não há problema, desde que não seja perigoso... Como se fosse possível aceitar ir para o Afeganistão, para falar do exemplo em causa, e não aceitar os perigos inerentes ao próprio país e à situação em que se encontra. É o famoso instinto português que tenta sempre em qualquer circunstância passar entre as gotas da chuva sem se molhar.
(sim Pedro, o Guterres era o maior perito nisto...)
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Se morre alguém cai o Car...

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: