Terça-feira, 25 de Março de 2008

O fiasco dos Javalis de Ouro 2007

Gaulesas e gauleses, estou triste com vocês. Extremamente desiludido. A vossa participação na designação dos vencedores dos Javalis de Ouro 2007 foi um rotundo zero. Nem um voto...  Digam-me por favor: o que fiz mal? Foi o timing? O site das sondagens não funcionou? Gostaria de saber, para melhorar possíveis erros para a próxima edição...

Bom, já que ninguém votou, cabe-me a mim a democrática decisão (afinal, fui o único que votei) de designar os vencedores dos fabulosos, estelares, Javalis de Ouro. Sendo assim, os vencedores são:

Melhor filme:
In the Valley of Elah


Melhor realizador:
Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud, Persepolis


Melhor argumento:
In the Valley of Elah


Melhor actor:
Daniel Day Lewis, There Will Be Blood


Melhor actriz:
Ellen Page, Juno
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,
um discurso de Abraracourcix às 17:33
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Primárias Altermundo concluídas

Numa altura em que as eleições primárias nos Estados Unidos se disputam ainda acerrimamente - pelo menos do lado democrata - dou por concluída a mega-sondagem Altermundo.
Com algumas limitações, pois não retirei os candidatos da sondagem à medida que eles foram desistindo da corrida, descobri então as escolhas que fariam os irredutíveis habitantes do Altermundo se tivessem direito a eleger delegados às convenções republicana e democrata (o que é tremendamente injusto não acontecer).
Nos democratas, a escolha recairia, por pequena margem, em Barack Obama - o que como chefe desta aldeia que se fosse americana em vez de gaulesa seria firmemente democrata teria todo o gosto a subscrever.
Já nos republicanos, a escolha foi Rudolph Giuliani; uma vez que este muito cedo desistiu da corrida (a sua estratégia era verdadeiramente suicida), a escolha iria para o segundo posicionado John McCain, com estreita margem sobre Mike Huckabee.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , ,
um discurso de Abraracourcix às 11:07
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

Le Nozze di Figaro: uma nova gaulesa aldeia

Surge um novo cantinho deste já cantinho irredutível da blogosfera lusa: sob o sugestivo nome de Bianca Castafiore (espero que os posts não sejam estridentes ao ponto de partirem os monitores dos PCs dos leitores!), em Le Nozze di Figaro começou-se com ópera mas passa-se já a outros assuntos, interessante leitura que espero que continue. Aqui fica então a gratuita publicidade,em jeito de encorajamento, e a entrada directa na barra direita do Altermundo.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre:
Quarta-feira, 28 de Março de 2007

A louca deriva da Polónia

Escrevo este post para, em primeiro lugar, apoiar o protesto do Devaneios Desintéricos para, face à lustração polaca. Julgo que o termo "lustração" se refere à "limpeza moral" da Polónia de tudo o que cheire ao antigo regime comunista, seja com a recente suspensão de pensões a antigos combatentes das Brigadas Internacionais na Guerra Civil de Espanha, seja com a obrigatoriedade de funcionários públicos, advogados, jornalistas procederam a um "registo de interesses" em como nunca colaboraram com o regime comunista - e não, semelhanças desta lei com algumas outras que vos soem familiares de outros países, noutros tempos, não é mera coincidência...
Em segundo lugar, este post serve para expiar as minhas culpas por, apesar de também eu prestar alarmada atenção ao que se passa na Polónia (mérito, entre outros, também do Max), nunca aqui nada ter escrito sobre isso. É cada vez mais perceptível a senda polaca rumo à mais insana intolerância - ou mesmo irrealismo totalitário. É cada vez mais incompreensível como tal é possível no seio da União Europeia - quase tão difícil de compreender como o plúmbeo silêncio de Bruxelas e de todos os 26 parceiros europeus.
Para que se compreenda que o que está em questão não é apenas uma lei anti-comunista, mas antes parte integrante de um bem articulado projecto de "refundação moral" (leia-se projecto totalitário) da Polónia, eis uma relação das medidas tomadas pelos gémeos Kaczynski, primeiro-minstro e presidente da Polónia, ambos do partido PiS (direita ultra-católica), desde que desembarcaram nos corredores do poder polaco e deram livre aso ao seu projecto de uma Polónia surreal mas demasiado real:
  • homofobia declarada (apesar dos rumores de o próprio primeiro-ministro ser homossexual... ), com a proclamação da homossexualidade como "contra-natura", o corte de apoios a associações de apoio aos direitos gay e a recente invasão de algumas delas por supostas ligações com pedofilia e pornografia infantil (que rapidamente se verificou serem totalmente falsas)
  • limitação de direitos sociais das mulheres, com corte de apoios a associações de apoio a divorciadas (divorciados também, que o divórcio não é catolicamente correcto) e mães solteiras
  • proposta de reintrodução da pena de morte para crimes ditos "imorais" - homicídios, violação de crianças, etc. - não só na Polónia como na Europa
  • proposta de criminalização do aborto mesmo em casos de violação ou de perigo para a vida ou saúde da mãe (assistimos a um caso destes recentemente)
  • perseguição judicial de jornalistas por "ofensas anti-católicas"
  • proposta de consagração de Jesus Cristo como rei eterno da Polónia
  • declarações descaradamente anti-semitas de Maciej Giertych, euro-deputado, pai do ministro da Educação polaco, também ele membro do PiS (os judeus gostam de viver em ghettos, "Hitler apenas os forçou"; "embora não sendo uma raça diferente, o desejo de viverem separados nas suas próprias comunidades tornou-os [os judeus] biologicamente diferentes"
  • proibição total da pornografia (quem for apanhado com material pornográfico pode ser condenado a 1 ano de prisão) e restrições à prostituição
  • lei promulgada pelo dito ministro da Educação, proibindo os professores de sequer referir a homossexualidade nas aulas e penalizar com despedimento (e até prisão) os professores que admitam ser homossexuais
  • last but not the least, a tal lei da lustração, que obriga todos os titulares de cargos públicos, professores, juízes, advogados e jornalistas a declararem se alguma vez colaboraram com o anterior regime comunista, sob pena, caso não cumpram este "registo de interesses", de serem impedidos de exercer a sua profissão
  • já me esquecia da suspensão das pensões aos polacos que combateram na Guerra Civil Espanhola sob a égide das Brigadas Internacionais (felizmente parece que os afectados podem pedir a nacionalidade espanhola, segundo uma lei de 1996 de nuestros hermanos)
Espero que isto chegue para nos fazer a todos mexer e, no mínimo, aderir à campanha proposta pelo Max de flooding do e-mail do embaixador polaco com mails de protesto. Escrevam pois a manifestar o vosso repúdio por tudo isto para: politica.embpol@mail.telepac.pt
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , ,
Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2007

Post da semana

Este não é o tipo de assunto sobre o qual gosto de falar. Não gosto de me pronunciar sobre algo em que não tenho todos os factos, e todos os que tenho, para um lado ou para o outro, são parciais.
No entanto, a Hopes & Dreams apresenta, a propósito do já celebérrimo "caso da criança de Torres Novas", um interessante ponto de vista, que merece reflexão e que subscrevo completamente: até que ponto é legítimo da nossa parte acusar uma ou a outra parte? Até que ponto é legítimo tomarmos partido por uma ou a outra parte?
Porque não existe preto nem branco neste caso, como não existe em tudo o que mexe com as personalidades e os actos dos homens - há apenas uma infinita escala de cinzentos.
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 12:00
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

Post da semana

Para além de novas adições à barra de "irredutíveis gauleses" (Macroscópio e Saúde SA), há que dar destaque à Hopes&Dreams num post que infelizmente passou quase ignorado mesmo para os parâmetros desde blogosférico cantinho, onde se interroga e nos interroga, a propósito da execução de Saddam, sobre a diferença entre a civilização ocidental e a barbárie, e sobre o conceito de civilização - ou civilizações - propriamente dito. Não é muito longo, a discussão gerada também não, mas dá que pensar...
:
Abraracourcix o chefe falou sobre:
Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006

Post da semana

O destaque da semana vai para a chamada de atenção do Max para a escalada de violência na Somália, como eu também já o fiz. O referido post chama por sua vez a atenção para um meu post anterior e para outros textos a ler para melhor compreender o que na realidade está em causa...
Não me canso de repetir que o chavão "eles são pretos que se entendam", que assola de forma consciente a opinião pública ocidental à mera pronunciação das palavras "Somália" ou "Etiópia", e mesmo inconscientemente a nós que nos preocupamos mais que isso, é um chavão que não deve ser aplicado a um conflito bem mais importante do que aparenta.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , ,
um discurso de Abraracourcix às 09:22
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006

Post da semana

Esta semana pretendo dedicar atenção a uma revelação - autêntica "cacha" jornalística! - feita pelo renas e veados, em relação às causas obscuras do que se vem passando na Polónia. Eu sei que já é um post antigo, mas só agora o descobri e, enfim, não deixa de merecer destaque...
Já era sobejamente conhecido o carácter, mais que ultra-conservador e ultra-católico, reaccionário da gemelar liderança política do país: declarações plenas de homofobia (e anúncio de leis a acompanhar o tom), ameaça de re-introdução da pena de morte (ignorando que tal não é possível - ou não deveria ser possível - no seio da União Europeia) para crimes ditos "morais" (o que a somar à declarada homofobia está-se mesmo a ver no que iria redundar...), enfim, um governo do mais extremista que há e ostentadamente atentatório de alguns elementares direitos humanos, sobretudo em relação a "minorias socias".
Mas o que mais vai saltando à vista é mesmo a arreigada homofobia dos gémeos Kaczcýnski, de que agora o renas e veados vem revelar a origem - é que, ao que tudo indica e até já se fala abertamente disso na Polónia, o primeiro-ministro Jaroslaw Kaczýnski é homossexual... Como diz o boss, a homofobia é tão gay...
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,
um discurso de Abraracourcix às 15:22
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Post da semana

Esta semana o destaque não podia, obviamente, deixar de ir para a chamada de atenção do Armadilha para ursos conformistas para a condecoração pelo governo holandês dos "heróis" que estiveram na força da ONU em Srebrenica. "Isto não é uma microcausa". Não, não é, e como nada consigo dizer para além das débeis palavras que também eu que também eu me senti obrigado a escrever, fica apenas o link. Destaco também os comentários extremamente interessantes e a discussão que se gerou, que complementam o próprio post. Tomo a liberdade de aqui deixar dois comentários da Macambúzia Jubilosa, que são para mim os mais adequadamente expressivos, daqueles que me fazem sentir que "era assim que eu gostava de ter conseguido escrever":

"Mas os capacetes azuis holandeses passaram frio e fome enquanto assistiam impávidos e serenos ao massacre de 8000 pessoas?
Mas os capacetes azuis holandeses, denominados "força da paz", que haviam decretado Srebrenica como sendo zona de segurança, passaram fome e frio enquanto assistiam à pior atrocidade já cometida na Europa depois da Segunda Guerra Mundial?
Mas os capacetes azuis holandeses passaram fome e frio enquanto assistiam ao genocídio de milhares de pessoas, entre as quais crianças?
Mas o governo Holandes passou fome e frio enquanto condecorava aqueles soldados?
Dizer ainda que há pessoas que passam frio, fome e medo e nem por isso matam e cometem atrocidades.
Dizer ainda que há pessoas que tem todos os motivos, todas as condições, todas as formas e possibilidades de cometerem atrocidades e não o fazem.
Dizer ainda que, em um ou dois cenários hipotéticos e extremos, consigo colocar a possibilidade de ver-me a matar alguém. Ou não. Não sei. Sentir ódio e intolerância, concerteza que sim.
Dizer ainda que tenho plena consciência que, se não tivesse nascido, crescido e vivido num determinado contexto, provavelmente não me seria possível, a reflexão, a critica, a auto-vigilância, a tentativa de evolução pessoal através de princípios e valores que se sustentam na tolerância e na liberdade.
Dizer ainda que acho tremendamente redutor e desculpabilizador dizer que somos intrinsecamente maus e violentos, somos todos capazes de matar, que basta um clic para mostrarmos o nosso pior lado, que somos todos animais.
Dizer ainda que cada caso é um caso. Se em casos de sobrevivência e situações-limite consigo pelo menos tentar compreender (sem que com isso tenha de desculpabilizar) é um facto.
Se um governo dum país dito "civilizado" com responsabilidades actuais diversas, com responsabilidades na altura de fazer exactamente o oposto do que fez e cujo sentimento devia ser de consternação, vergonha e arrependimento, regozije comemorativamente a situação, não consigo sequer conceber."

"E dizer ainda que a história devia ensinar-nos alguma coisa. Mas para isso é preciso haver assunção dos erros e vontade de mudar e de evitar que volte a acontecer.
E por tudo isso, por tudo o que esta acção do governo holandês representa, acho isto muito grave."

E como não vai haver cartoon da semana, vou colocar o postal que aqui encontrei - e que já está e vai permanecer na barra do blog - para que todos demos os parabéns ao governo holandês por esta condecoração, para que fique bem no topo do Altermundo durante todo o prolongado fim-de-semana, para que seja a primeira coisa vista pelo punhado de leitores que aqui virão até segunda-feira.

Porque temos o dever de não esquecer. Porque temos o dever de nos indignar. Porque enquanto houver quem como nós se sinta enojado e indignado, há pelo menos esperança.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,
Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006

Post da semana

Esta semana, destaco uma citação que o sempre atento Max lanou no Devaneios Desintéricos, o meu/vosso blog de referência. "a liberdade de pensar na Democracia possível" deixa pistas e faz-nos pensar nisso mesmo, em quanta democracia, e qual democracia, será afinal possível...
Para não abusar do surripianço descarado, deixo aqui apenas parte da tal citação. Para o resto, vão ao Devaneios, e aproveitem para apreciar o novo e arejado layout - esta nota de publicidade é para evitar a censura do Max por lhe ter "roubado" a citação...

"Pensar sempre conduziu a suscitar a questão da ordem do Mundo. Ora, o Mundo é dirigido pelo Poder, e aquele que pensa coloca em causa o Poder. Pensar é, pois, uma actividade perigosa (...) O que está a acontecer na Rússia não é um caso isolado. Aquilo que lá se passa é um presságio de uma tendência crescente no seio dos poderes que hoje decidem a ordem do nosso Mundo: a de calar, por diferentes métodos, aqueles que ponham em causa a ordem vigente."
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

Atribulações de uma portuguesa na China

Também poderia ser este o nome do mimiwo, o excelente blog de Rafaela Teves, de quem nada conheço e de quem pouco é dado a saber pela leitura dos posts, mas que não tem qualquer importância na qualidade e no interesse do que é escrito (por exemplo - e até os títulos são parte integrante desse interesse - o mais recente "Lição 6 || Revolução Cultural", ou o que primeiramente me chamou a atenção, "Os nervos também se podem adiar || O futuro será brilhante", ou ainda "E aos não sei quantos dias, eles desbloquearam o blogspot..."), a merecer desde já este destaque e a consequente ida directa para a coluna dos irredutíveis gauleses!
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 10:17
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Terça-feira, 21 de Novembro de 2006

O post da semana

Copiando de alguma forma uma iniciativa já de há algum tempo do Devaneios Desintéricos, e como forma de aqui destacar alguns dos muito meritórios posts que vou lendo pelas vizinhas gaulesas aldeias, vou passar a dar aqui destaque semanal a um post que considere particularmente interessante.
Para começar, falarei não de um, mas de uma série de posts do Herdeiro de Aécio, do amigo A. Teixeira, "A Ásia entre os dois colossos do futuro". Seguindo o estilo do blog e do próprio autor, trazem explicações aprofundadas, plenas de substância, acerca dos vários países do Sudeste Asiático entalados entre os tais dois "colossos". Começando pela Birmânia e continuando pela Tailândia, Vietname, Cambodja, Laos, somos confrontados com a História, a cultura, a política dos vários países, tantas vezes confundidos mas na realidade muito diferentes e até rivais. Ainda melhor que os artigos da Wikipedia... a ler avidamente!
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , , , ,
um discurso de Abraracourcix às 09:18
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Sexta-feira, 15 de Setembro de 2006

Algo vai mal no reino da blogosfera portuguesa

No momento em que escrevo, termino abruptamente o meu giro diário pelos blogs "companheiros, amigos, palhaços", depois de 80% deles, os que pertencem ao blogpost (a sua quota de mercado é avassaladora), estarem em baixo. Devo confessar que percebi hoje a falta que já me fazem alguns dos "irredutíveis gauleses" com quem vou trocando postas: o Max, o Pedro e o Cão Rafeiro, a Hopes & Dreams, para nomear os mais "fiéis"...
Já não é a primeira vez que detecto problemas em determinado servidor de blogs, e já li aqui e ali críticas a servidores que, pura e simplesmente, deixaram de funcionar e obrigar os seus donos a mudar-se de malas e bagagens para "casas de campo" diversas. O Sapo, até ver, qual ilha impoluta, mantém-se intacto...
É caso para uma tira hamletiana (braço estendido, olhos a interrogar o horizonte): algo vai mal no reino blogosférico português!..
:
Abraracourcix o chefe falou sobre:
Terça-feira, 29 de Agosto de 2006

O urso conformista voltou de férias

Em boa hora dou as boas-vindas ao Pedro Silva (do cão rafeiro ainda não vi o rasto) do armadilhaparaursosconformistas, no seu regresso de férias - uma vez que não posso comentar no próprio blog... escrevo aqui, assim até faço mais publicidade grátis :).
Em boa hora porque ontem, no meio da minha neura pós-fim de semana, um raio de sol inopinadamente iluminou o meu dia, trazendo o brilho aos meus olhos e uma sonora gargalhada aos meus de novo sorridentes lábios. Recomendo vivamente uma ávida leitura do post de regresso do Pedro Silva, "A Aldeola". De chorar por mais! Parece que vai haver uma sequela... fico a aguardar!
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

O pesadelo libanês visto de dentro

Deparei-me no Pópulo com uma menção ao Kerblog, um blog de um desenhador libanês onde ele conta a sua experiência pessoal de guerra, pelo meio de muitos desenhos. É pedido que o divulguemos, e como merece aqui fica o link e um desenho a título de exemplo (é o mesmo do Pópulo, mas é sem dúvida o mais significativo):

from under the lebanese earth
more than 1500 persons are asking
themselves


why?







time remains

and we pass.


time passes

and beirut remains.






Pronto, dois desenhos, mas é difícil escolher...
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , ,


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

O fiasco dos Javalis de O...

Primárias Altermundo conc...

Le Nozze di Figaro: uma n...

A louca deriva da Polónia

Post da semana

Post da semana

Post da semana

Post da semana

Post da semana

Post da semana

Atribulações de uma portu...

O post da semana

Algo vai mal no reino da ...

O urso conformista voltou...

O pesadelo libanês visto ...

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: