Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

Regresso lutuoso

Depois de um lutuoso interregno causado por imprevistos - mas infelizmente demasiado previstos - acontecimentos, o Altermundo volta ao mundo dos vivos... 
(e desde já as minhas desculpas pelo atraso na resposta aos comentários)
Ainda a inteirar-me das implicações das notícias desta semana, não vou falar da licenciatura do sr. Sócrates (não seria tudo mais simples se os notáveis portugueses fossem tratados apenas por "sr.", como tão impecavelmente fazem os britânicos?), cujos fraternos laços com a nefasta Universidade Independente permanecem por desvendar por mais esclarecimentos que (não) se façam. Também não falarei das eleições timorenses, a aguardar mais definitivos resultados, nem das novas diatribes iranianas, apenas o culminar da política externa de Teerão ou da  al-qaedização do terrorismo na Argélia.
Por ora, quero apenas frisar que a eleição do Verdadeiro Melhor Português de Sempre, que deveria já ter terminado, se prolongará para mais alguns dias. Isto dará, espero, tempo para que os votantes corrijam os resultados actuais e que põem Eusébio em primeiro lugar, e deste modo para que eu possa respeitar inteiramente a atmosfera democrática desta gaulesa aldeia...
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , , , , , ,
um discurso de Abraracourcix às 00:36
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

É tão linda a democracia de Sócrates

O Governo de Sócrates não parece nada preocupado em desmentir as acusações, blogosféricas e outras, de falta de espírito democrático. Pelo contrário, faz tudo para as confirmar.
Nesse sentido vão dois actos em outros tantos dias, primeiro publicitando amplamente o envio de cinco (!) pareceres favoráveis à nova lei das finanças locais para o Tribunal Constitucional (TC), o que logo me fez levantar o sobrolho de incredulidade, por não crer que Sócrates pudesse querer tão descaradamente pressionar o TC. Já sem falar no elemento puramente quantitativo (cinco pareceres é manifestamente desproporcionado, brutal mesmo), a verdade é que este acto é mesmo uma forma descarada de tentar condicionar a decisão do TC - que eu julgava que iria ser favorável ao Governo, mas pelos vistos este tem elementos que apontam em sentido contrário - e reveladora, como alguns companheiros...amigos...palhaços... irredutíveis gauleses não se cansam de apregoar (comigo sempre a pensar que estavam a exagerar), de que Sócrates é pura e simplesmente indiferente à democracia que o colocou onde está, e governa como se ela não existisse ou não devesse existir.
Outro acto revelador, este mais risível, ridículo até, é a tentativa de impedir a audição de Jorge Vasconcelos, ex-presidente da Entidade Reguladora do Sector Energético, no Parlamento, conforme solicitado por alguns partidos no sentido de entenderem os motivos que forçaram a sua demissão. A forma como o PS inopinadamente nomeou novo presidente, para assim impedir a audição do "presidente da ERSE" Jorge Vasconcelos (uma vez que até à nomeação de novo presidente ele, mesmo como demissionário, ainda era o titular do cargo), é reveladora de um medo que, neste caso, não compreendo - mais uma vez, devem ter elementos que eu ignoro...
Pior que isso, embora perfeitamente legal - tal como, suponho, o será o envio de pareceres ao TC - mostra o despudor com que o partido e o Governo tranquilamente atravessam as formais (no caso do TC) ou tácitas fronteiras da separação de poderes. Só mostram como Sócrates, ambicioso governante absolutista, preferia que elas não existissem. Já que não pode aboli-las (quer dizer, poder até pode...), como tenho a certeza que gostaria, ignora-as.
É tão linda a democracia.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 09:18
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006

Marques Mendes no bolso de Sócrates

Não compreendo a insistência de Marques Mendes no estabelecimento de "pactos de regime" (só a expressão diz tudo sobre o nosso sistema democrático...), primeiro para a Justiça e, não contente com o que foi um claro trunfo dado de graça a Sócrates, agora também para a Segurança Social. Até agora, sempre pensei que Mendes era um bom político, apenas sem as condições para fazer uma oposição decente - o seu partido está ele próprio minado pela oposição interna. Agora começo a duvidar.
Se o acordo entre Sócrates e Mendes para a reforma da Justiça fosse um jogo de cartas, o vencedor seria claramente Sócrates, e Mendes um claro perdedor. O primeiro ministro vence simplesmente porque o adversário faz knock out a si próprio, pois não atinge nada que não tivesse já antes. Minimização de críticas ao seu projecto para a Justiça? O PSD não faz oposição, nem boa nem má. Não existem por isso críticas a anular por via deste pacto. Consensos necessários? O PS não precisa disso. Tem uma maioria mais que absoluta e, pelo ritmo da coisa, daqui a 3 anos terá outra.
Onde Sócrates ganha é precisamente na perda de Mendes, que em vez de se concentrar em áreas onde possa apresentar alternativas concretas prefere um pacto que anula uma possível área de oposição séria. Seguir-se-á porventura a Segurança Social, outra área ainda mais importante. E Marques Mendes fica assim sem qualquer área onde possa marcar diferenças face ao Governo. Daqui a 3 anos, ninguém conseguirá encontrar diferenças entre ambos. E, entre duas alternativas iguais, todos sabemos que os portugueses escolhem a que já está instalada.
Sócrates continua com este pacto a construção da sua auto-estrada sem qualquer trânsito nem obstáculo que o possa refrear (e sem limite de velocidade) rumo à segunda maioria absoluta. Espanta-me Marques Mendes não perceber isto, e ver apenas o curto prazo em que apresentará à oposição interna este fugaz trunfo, não vendo que apenas conquistou uma vitória de Pirro. A conclusão é só uma: Sócrates, goste-se ou não, é bom político (o que eu já sabia); Mendes não.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: , ,
um discurso de Abraracourcix às 11:35
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!
Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

Contratações voltam ao Diário da República

Aqui está o previsto passo atrás (citado da SIC Notícias)...

Governo promete tornar a publicar todos os contratos até ao final do ano

Até ao final do ano, todas as contratações do Estado vão voltar a ser publicadas em Diário da República. A garantia parte do Executivo socialista, que assegura também que as nomeações serão sempre reveladas.
:
Abraracourcix o chefe falou sobre: ,
um discurso de Abraracourcix às 14:54
link do discurso | comentar - que alegre boa ideia!


Neste blog é permitido fumar





Be an Ocean Defender

Os melhores javalis


O chefe viu:
   "Nightwatchers", Peter Greenaway

  

 

   "The Happening", M. Night Shyamalan

  

 

   "Blade Runner" (final cut), Ridley Scott

  


O chefe está a ler:
   "Entre os Dois Palácios", Naguib Mahfouz

O chefe tem ouvido:
   Clap Your Hands Say Yeah, Some Loud Thunder

   Radiohead, In Rainbows
 

por toutatis! que o céu não nos caia em cima da cabeça...

As odisseias de Abraracourcix



create your own visited countries map

Abraracourcix o chefe falou sobre

11 de setembro(18)

aborto(28)

admirável mundo novo(5)

aeroporto(3)

afeganistão(1)

alemanha(1)

altermundo(9)

ambiente(14)

amnistia(1)

austrália(1)

birmânia(1)

brasil(1)

camarate(1)

cambodja(1)

cartoons(31)

chile(4)

china(4)

cinema(15)

coreia do norte(4)

cuba(1)

cultura(29)

dakar(1)

democracia(10)

desporto(29)

economia(13)

educação(2)

egipto(1)

espanha(3)

frança(8)

futebol(4)

gaulesa aldeia(20)

h2homo(7)

holanda(4)

hungria(1)

igreja(6)

imigração(3)

incêndios(2)

índia(1)

indonésia(1)

internacional(151)

irão(7)

iraque(18)

irredutíveis gauleses(16)

japão(1)

kosovo(1)

laos(1)

líbano(16)

lisboa(1)

literatura(3)

madeira(2)

mauritânia(1)

media(8)

méxico(1)

música(7)

nacional(102)

nuclear(7)

odisseias(4)

palestina(4)

paquistão(1)

peru(3)

política(13)

polónia(2)

porto(1)

prémios(13)

reino unido(1)

religião(7)

rússia(6)

saúde(13)

síria(1)

sociedade(37)

sócrates(4)

somália(5)

srebrenica(5)

sudão(1)

tailândia(2)

tchetchénia(2)

tibete(5)

timor(2)

todas as estrelas do céu(26)

turquemenistão(1)

turquia(4)

ue(10)

uk(6)

ulster(2)

usa(21)

videos(6)

vietname(1)

zimbabwe(2)

todas as tags

procurar nos discursos

 

discursos recentes

Regresso lutuoso

É tão linda a democracia ...

Marques Mendes no bolso d...

Contratações voltam ao Di...

discursos antigos

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Janeiro 2005

Outubro 2004

Setembro 2004

habitantes: